Melhore o Clima Interno com a Neuroliderança


Conforme prometido na matéria da edição anterior, este é o segundo tema de fundamental importância nos negócios. A complexidade de tópicos que envolve o universo da Neuroliderança deve ser profundamente estudada. Este artigo serve como uma leve pincelada do tema para que consigas aplicar no dia a dia do seu negócio.

Liderar é uma das artes que exige muita cautela, disciplina, padrão, jeito, e, principalmente, continuidade. Por mais que você, empreendedor ou gestor, acredite que impor suas ideias brilhantes e criar um planejamento de execução sejam suficientes para sua equipe dar sequência a uma causa ou projeto, existem inúmeros fatores que determinarão o sucesso de suas ações. De acordo com Ricardo Botelho, fundador do Instituto Brasileiro de Neurobusiness, a Neuroliderança é o termo que designa um campo de estudos e pesquisas que visa combinar princípios do funcionamento da mente humana, fruto de pesquisas neurocientíficas, com as práticas de desenvolvimento de competências de liderança.

Os líderes chegaram a um ponto no qual a velocidade de se tomar certas atitudes determinam a altura do voo que será alcançada na trajetória de uma empresa. Para isso, não basta você seguir regras e conselhos que constam em milhares de livros sobre o tema; você precisa saber o que seu colaborador quer ouvir, ou seja, a maneira que ele quer que você explique e delegue àquela atividade. Feito isso, as chances de todos “comprarem” sua ideia é muito maior.

Outro ponto que merece atenção é o fato de todas empresas focarem em planejamento. Porém, peça para alguém executar um planejamento sem conhecer de fato todos os detalhes envolvidos em questão!? O resultado será péssimo. Portanto, antes de solicitar um planejamento de execução, dê conhecimento suficiente à pessoa e, principalmente, do jeito que ela necessita para compreender.

Sua tarefa: para que sua empresa ganhe um diferencial competitivo que seja percebido pelos clientes internos e externos, perdurando, assim, de forma sólida nos próximos anos, aplique de forma gradual os conceitos que envolvem esse tema.

Dicas by P.P.: estas são voltadas para sua Gestão com Pessoas:

  • estude temas complexos e os repasse de forma simples;

  • tenha meta claras e bem definidas;

  • para que sua equipe entenda, explique da maneira que ela prefere. Caso ainda não souber, descubra, perguntando ainda hoje;

  • tenha mais atenção com seu cliente interno do que com seus clientes externos. Os internos que representam você frente aos externos, fidelizando estes ou não;

  • estabeleça uma forma de monitorar desempenhos comportamentais e repassá-los para sua equipe;

  • tenha como propósito uma atmosfera de melhoria contínua na sua liderança;

  • dê importância para esta frase: a reação emocional é produzida muito antes da racional, e a mesma é responsável pelo engajamento ou desprezo.

Compartilhe sua opinião sobre este assunto. Você me encontra facilmente nas redes sociais.

“O equilíbrio é sua melhor estratégia”.

Excelentes negócios.

Patrick Piccoli

CRA /RS 036827

Administrador, palestrante e escritor

0 visualização

©2018 A Voz do Varejo - TODOS DIREITOS RESERVADOS.